sexta-feira, 30 de setembro de 2016

ACOPIARA: JUIZ E PROMOTOR ELEITORAIS FARÃO PRONUNCIAMENTO NO RÁDIO

ATENÇÃO POPULAÇÃO DE ACOPIARA! NESTE, SÁBADO, DIA PRIMEIRO DE OUTUBRO, VÉSPERA DAS ELEIÇÕES, O JUIZ ELEITORAL DR. EDUARDO MOTA E O PROMOTOR ELEITORAL DR. NAELSON BARROS ESTARÃO CONCEDENDO IMPORTANTES PRONUNCIAMENTOS SOBRE AS ELEIÇÕES A PARTIR DO MEIO DIA NA RÁDIO CARINHOSA AM.

É IMPERDÍVEL!

JUSTIÇA ELEITORAL DE ACOPIARA DETERMINA QUE PREFEITO REMOVA TODA A SUA PROPAGANDA INSTITUCIONAL



O Juiz Eleitoral de Acopiara acatou o pedido formulado pela Coligação ACOPIARA PRECISA CRESCER do candidato Antônio Almeida, e determinou que o Prefeito, Dr. Vilmar, retirasse em até 24hs, sob pena de multa de até R$2.000,00 (dois mil reais) por peça, toda a propaganda institucional que contivesse fotos de agentes públicos ou frases que enaltecessem a administração ou a pessoa particular do prefeito.

Enxergando graves irregularidades na propaganda, que funcionava a serviço da promoção pessoal do Prefeito, o Juiz concedeu a medida liminar que está sendo cumprida em todos os equipamentos da administração onde existem fotos de Vilmar e de seus familiares em inaugurações e atos oficiais pagos com dinheiro público. Postes, praças e placas nas sedes de órgãos como o próprio Gabinete do Prefeito também foram objeto da decisão do Juiz.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral - AIJE seguirá seu trâmite após as eleições podendo, inclusive, culminar com a cassação do registro do candidato à reeleição.


Veja abaixo a foto da sentença:


Fernanda Gentil assume namoro com uma jornalista

A fila andou para Fernanda Gentil. Separada do empresário Matheus Braga desde abril, a jornalista assumiu o namoro com a colega de profissão Priscila Montandon. A apresentadora do Esporte Espetacular falou sobre o assunto com o jornal O Globo.
“Estou só exercendo meu direito de ser muito, muito feliz. Tenho apenas um recado, e é para os meus filhos, que mais cedo ou mais tarde podem ler ou ouvir tudo por aí: Lembrem de não se importarem com tudo o que dizem sobre nossa vida _ o que vale é que a mamãe fala com vocês em casa, olhando nos seus olhos. Não é o que vestimos que muda quem somos, e sim o que fazemos. Lembrem também, sempre, do nosso amor, que não tem cor, sexo ou raça. Amo vocês”, disse Fernanda à publicação.
Segundo o jornal, as duas estão juntas há três meses e recentemente estiveram na Grécia, celebrando o casamento de uma amiga em comum. No Twitter, Priscila se define como “Jornalista. Com diploma. Falo de novela e futebol. E de política. Ou seja, amenidades em geral”.
Fernanda e Matheus ficaram juntos durante cinco anos e têm um filho, Gabriel, de 1 ano. Ela também adotou Lucas, 9 anos.
Fonte: Veja.com

ACOPIARA IMPLORA POR PAZ NESTAS ELEIÇÕES


Eleição se resolve no VOTO e não na bala. Queremos PAZ. Respeitem a vontade do povo. 

Diga sim a Paz!

Acopiara merece respeito!

Que Deus interceda por todos nós.

Onda de violência marca período eleitoral no Brasil

No período eleitoral mais curto das últimas décadas, o número de ocorrências violentas envolvendo candidatos tem se destacado. Desde junho, antes mesmo do registro das candidaturas, pelo menos 29 políticos foram assassinados. Apesar de nem todos os crimes terem compradas motivações políticas, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, se diz preocupado com as estatísticas e organiza força-tarefa para domingo. 
“Estamos atendendo aos pedidos de Força Federal para que a eleição transcorra num quadro de tranquilidade e paz”, disse, referindo-se aos 307 municípios de 12 estados que receberão as tropas até o momento.
Somente no Ceará, foram registradas três mortes de candidato a vereador nos últimos 40 dias. Todas com características de execução pela quantidade de tiros recebida por cada uma das vítimas. Em Icó, a 258 quilômetros de Fortaleza, uma série de tiroteios deixou a população em alerta.
No sábado, 25, um militante foi baleado. Houve ainda três casas atingidas por balas, sendo uma delas a do candidato a prefeito Gliobel Correia Neto Bebel (PV). Na ação, a casa paroquial, que fica ao lado da residência do candidato, também foi atingida por disparos. A terceira pertence ao fisioterapeuta Marcos Barreto, que trabalha na campanha de reeleição do atual prefeito de Icó, Jaime Júnior (PDT).
Em Santa Catarina, o candidato a prefeito João Rodoger de Medeiros (PSD) sofreu tentativa de assassinato após voltar de agenda de campanha na última quarta-feira, 28.
Em Goiás, o fato foi mais grave e acabou com as mortes do candidato à Prefeitura de Itumbiara, José Gomes Rocha, e de um policial também na quarta. O vice-governador do estado, José Eliton (PSDB), estava no local e foi gravemente ferido. O agressor, identificado como um funcionário da Prefeitura, foi morto. No mesmo dia, o carro do prefeito e candidato à reeleição de Minas Novas, em Minas Gerais, Gilberto Gomes da Silva, foi alvo de tiros, mas ele e os demais ocupantes saíram ileso.
O estado com mais casos de violência é o Rio de Janeiro. No total, 15 candidatos ou pessoas relacionadas às campanhas eleitorais foram mortos na Baixada Fluminense, pobre subúrbio da zona norte da cidade. Especialistas apontam que os crimes devem ter relação com confronto entre milícias.
“É um negócio muito lucrativo, como o do tráfico, e (seus participantes) entram na política porque têm necessidade do poder para se proteger e aumentar seus territórios”, aponta a pesquisadora Alba Zaluar, da Uerj.  
SAIBA MAIS
Mobilização

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, prometeu impulsionar a “investigação dos possíveis atentados políticos contra candidatos”. As autoridades mobilizaram 20.000 militares para proteger os comícios, com especial atenção a 266 municípios de onze estados.


Criminosos na política

“A última coisa que podemos desejar é a presença do crime organizado no sistema político. Certamente a polícia e os órgãos de inteligência têm que dar atenção a isso. Não é possível a Justiça Eleitoral simplesmente impedir que essas pessoas se candidatem se elas não forem atingidas por lei de inelegibilidades ou não estiverem respondendo a um processo que possa levar à eventual impugnação”, disse GIlmar Mendes.


Segurança no CE
O secretário da SSPDS, Delci Teixeira, esteve ontem em reunião com o presidente do TRE, Abelardo Benevides. O gestor afirmou que “o plano (de segurança) está sendo realizado na prática e vários policiais foram enviados para os municípios cujos juízes nos solicitaram reforços”. O secretário ressaltou ainda que “no dia da eleição todos os órgãos de segurança no Estado, inclusive Exército, ABIN e Polícia Federal, estarão mobilizados no Centro de Controle instalado na SSPDS para atuação coordenada na segurança das eleições”.

Fonte: O Povo

ACOPIARA: JUSTIÇA MANDA RETIRAR PROPAGANDAS DA PREFEITURA

VEJAM DESPACHO DA JUSTIÇA EM QUE ORDENA A IMEDIATA RETIRADA DE PROPAGANDAS INSTITUCIONAIS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ACOPIARA DE TODO O MUNICÍPIO.


Doença rara: Menino "Benjamin Button" nasce em Bangladesh‏

A comparação com o filme se tornou inevitável mundo afora. Um menino nasceu em Magura (Bangladesh) com o aspecto de um idoso, lembrando "Benjamin Button", título e nome de personagem, vivido na telona por Brad Pitt, que nasceu velho e foi rejuvenescendo.

De acordo com médicos, citados pelo "Metro", o bebê sofre de progéria (ou síndrome de Huntchinson-Gilford), que é uma enfermidade genética extremamente rara cujos sintomas se assemelham ao processo do envelhecimento, manifestando-se logo nos primeiros anos de vida.

O bebê tem muitas rugas no rosto, o corpo é encolhido e com muitos pelos e os olhos têm expressão bem distinta da de recém-nascidos.

Os pais, Biswajit e Parul Patro, estão radiantes com o nascimento, chamado por eles de "milagre".

"Só podemos agradecer a Deus. Não há motivo para ficar triste com a aparência do meu filho. Vamos aceitá-lo do jeito que ele é. Estamos bem felizes por ter um bebê em casa", afirmou o pai.

A casa da família Patro tem recebido muitos curiosos para ver o bebê.

O menino está em bom estado de saúde, mas os médicos não ainda sabem que medidas devem tomar nos próximos anos.

Fonte: Agência O Globo

Candidato a vereador em Saboeiro foi baleado e se envolveu num acidente durante assalto em Assaré

Um assalto seguido de acidente e lesão corporal foi registrado por volta das 16h30min desta quinta-feira no Km 06 da CE-176 que liga o Distrito de Aratama ao centro de Assaré. O ex-secretário de cultura e candidato a vereador em Saboeiro pelo PSD, Marcos Antonio Alves de Melo, de 48 anos, viajava sozinho numa caminhonete Hilux CD 4x4 SR de cor prata e placas OKC-5202, inscrição de Fortaleza, quando foi vítima de um assalto. Segundo ele, foi emparelhado por um veículo Polo Sedan de cor branca e placas não anotadas.

Neste carro se encontravam três homens bem vestidos e um deles passou a efetuar disparos na direção da Toyota atingida na porta traseira. Marcos Melo perdeu o controle de direção e desceu uma ribanceira às margens da rodovia estadual. Já com o veículo parado, o trio se aproximou e adentrou a Hilux pertencente ao prefeito de Saboeiro, Marcondes Ferraz, onde o ex-secretário apresentava lesões à bala no tórax e nas costas.

Os assaltantes reviraram os bancos e o bagageiro à procura de dinheiro e roubaram alguns pertences já que não encontravam o que queriam. Depois fugiram sem serem localizados por uma patrulha do Destacamento de Assaré. Marcos Melo mora no centro de Saboeiro e já tinha sido socorrido ao hospital local por uma pessoa que passava num carro, sendo transferido ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro. A juíza e o promotor de justiça eleitoral de Assaré estiveram no local do crime.


Fonte: Miséria

Desembargadores são afastados do TJCE

Dois dos três desembargadores investigados pela Polícia Federal (PF) por suspeita de envolvimento em venda de habeas corpus nos plantões do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) foram afastados das funções, na noite de ontem. O terceiro magistrado já é aposentado.
Em nota enviada à imprensa, a presidente do TJCE, desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, afirmou que foi comunicada da decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Benjamin, que afasta os magistrados Francisco Pedrosa Teixeira e Sérgia Maria Mendonça Miranda, "até ulterior deliberação". Eles estão proibidos, inclusive, de entrar nos próprios gabinetes que ocupam no Tribunal. Além do afastamento, o TJCE exonerou funcionários que também teriam tido envolvimento no esquema.
"Em face desta decisão, a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará exonerou os ocupantes dos cargos comissionados de assessores e oficiais de gabinete vinculados aos mencionados magistrados e, para evitar prejuízo à atividade judicante, serão convocados Juízes de Direito, ad referendum do Órgão Especial, para substituir os magistrados afastados", afirma a nota do órgão.
Também ontem, a presidente do Judiciário cearense determinou a instauração de sindicância contra os magistrados suspeitos, já comunicada ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça.
A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também informou que irá apurar, em paralelo às investigações da Polícia Federal (PF), a atuação dos três desembargadores alvos da segunda fase da 'Operação Expresso 150', deflagrada em Fortaleza na última quarta-feira (28). Francisco Pedrosa Teixeira e Sérgia Maria Mendonça Miranda, da ativa, e Váldsen Alves Pereira, aposentado, foram alvos da ação, junto a 14 advogados e outras sete pessoas.
O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, determinou, naquele mesmo dia, a abertura de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD). Benjamin encaminhou ofício ao corregedor dando conhecimento de documentos, que mostram indícios de crimes praticados por parte de magistrados do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).
Conforme a investigação, os suspeitos agiam em núcleos independentes. As negociações com os advogados eram realizadas através de intermediadores. No caso de Pedrosa, por exemplo, a esposa dele, Emília Maria Castelo Lira, é apontada pela PF como o elo entre o pagamento e a liberação dos habeas corpus impetrados pelos advogados. Em conversas através de aplicativo de celular, Emília tratava com os advogados Michel Sampaio Coutinho e Jéssica Simão Albuquerque Melo Coutinho, também marido e mulher, sobre as decisões que o marido assinaria posteriormente.
Váldsen, por sua vez, recebeu de uma única vez o valor de R$ 107 mil, em transferência bancária oriunda, conforme as apurações da PF, de um intermediador. O desembargador concedeu liminar beneficiando 300 candidatos eliminados em concursos da Polícia Militar nos anos de 2011 e 2012. As investigações apontam que cada um pagou o valor de R$ 5 mil pela liberação. O advogado José Joaquim Mateus Pereira, o "Zé Galinha", teria feito a negociação.
Já Sérgia Maria é citada em diálogos entre Michel Coutinho e o também advogado Carlos Eduardo Miranda de Melo. Ela teria concedido habeas corpus a um cliente de Coutinho, acusado de tráfico, em 2012.
Liga da Justiça
Um dos núcleos do esquema, conforme as investigações, mantinha as conversas através de um grupo no aplicativo WhatsApp. Intitulado "Racha do Megacu/Liga da Justiça", o grupo reúne advogados que conversam abertamente sobre os esquemas de compra de liminares.
O advogado Fernando Carlos de Oliveira Feitosa, o "Chupeta", fala em conversa transcrita pela PF, por exemplo, que em um plantão a desembargadora Sérgia Miranda "abriu foi as portas do presídio"(sic). Para os investigadores, "Chupeta", que é filho do desembargador Carlos Rodrigues Feitosa, investigado e afastado na primeira fase da operação Expresso 150, em junho de 2015, era o intermediador.
Fonte: Diário do Nordeste

Policiais acusados de matar pedreiro são absolvidos por júri popular

O Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua absolveu os policiais José Milton Alves Maciel Júnior, Washington Martins Silva e Dennis Bezerra Guilherme da acusação de homicídio contra o pedreiro Francisco Ricardo Costa. A decisão foi proferida nessa quarta-feira (28/09).
A sessão foi presidida pelo juiz Eli Gonçalves Junior e a acusação ficou a cargo do promotor Rafael de Paula Pessoa Morais e do advogado Carlos Mourão. Já a defesa foi realizada pelos advogados Daniel Maia, Cândido Albuquerque e João Victor Duarte. O Conselho de Sentença aceitou a tese de negativa de autoria dos réus.
Segundo a denúncia do Ministério Público do Ceará (MP/CE), em 13 de fevereiro de 2014, por volta das 13h30, a vítima voltava do trabalho, de bicicleta, pela rua Francisco Glicério, no bairro Maraponga, quando foi abordado pelos agentes. O pedreiro teria sido confundido com bandido e colocado na viatura pelos policiais do Ronda do Quarteirão.
Ele foi levado para um matagal e espancado. Populares viram o corpo estendido no local e chamaram a polícia. Os mesmos agentes atenderam a ocorrência e o encaminharam a um hospital. Francisco Ricardo não resistiu aos ferimentos e faleceu em decorrência de politraumatismo.
Os três foram presos e denunciados por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa).
Fonte: Ceará Agora

Reunião define esquema de segurança para as eleições

Nesta quinta-feira (29), em reunião realizada na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), foi definido o plano de segurança que será utilizado nas eleições do próximo domingo (02). 
De acordo com o planejamento elaborado, haverá um reforço de 5.600 policiais militares para o 1º turno das eleições, em todo o Estado, com a presença de pelo menos um oficial da PM em cada um dos municípios cearenses. Mil policiais já se deslocaram para o interior, que terá cerca de 4 mil homens atuando no dia das eleições.
Só em Fortaleza, 1400 policiais estarão mobilizados, com reforço de 450 homens na capital e 220 na Região Metropolitana. Cerca de 170 viaturas da PM circularão pela capital, no dia da eleição, 80 na RM e 350 no interior. Além disso, uma aeronave também ajudará no trabalho de cobertura das ações da polícia.
O presidente do TRE mostrou-se confiante nas forças de segurança e "com a resposta dada por todos as instituições que vêm atendendo prontamente as demandas dos juízes eleitorais", disse o desembargador Abelardo Benevides Moraes.
Estiveram presentes na reunião o secretário de Segurança Pública e Defesa da Cidadania do Estado do Ceará, Delci Carlos Teixeira, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Geovani Pinheiro da Silva, o superintendente da Polícia Federal, delegado Delano Cerqueira Bunn, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Heraldo Maia Pacheco; o delegado-geral da Polícia Civil, Raimundo de Sousa Andrade Júnior, o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Francisco Arcelino de Araújo Lima, entre outros.
Fonte: Cnews

ACOPIARA: JOVEM TEM CARRO ATINGIDO POR DISPAROS DE ARMA DE FOGO

O fato ocorreu na madrugada desta sexta feira (30) no bairro Maria Ramos em Acopiara-Ce, quando o carro do Jeffesson, filho do agropecuarista Moreirão de Acopiara, foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Um dos tiros atingiu a traseira e o outro projétil atingiu a lateral. Jeffesson saiu ileso dos disparos. Notícias sobre excessos e atos violentos durante esse período de eleições também teriam registradas na cidade, assim como denúncias levadas ao Ministério Público. As polícias Civil e Militar iniciaram diligências para encontrar possíveis suspeitos.

Fonte: Acopiara Alerta

Cápsula de bala


ACOPIARA: ROUBO A COMÉRCIO

Informo a Vossa Senhoria, que no dia 29/09/16, por volta das 17h55min, a Policia Militar, foi informada via 190, acerca de um roubo que estaria ocorrendo no Bairro Moreira, mais precisamente no Posto Rufino. De imediato a RD-1267, se deslocou até ao local informado e constatou a veracidade do fato. De acordo com a vítima ITAMAR RODRIGUES DA COSTA, 43 anos, natural de Saboeiro/CE, casado, profissão frentista, dois indivíduos em uma motocicleta, sendo que o garupeiro estava armado de revolver, chegaram ao local informado e subtraíram da vitima a quantia no valor de R$ 623,00. Após a ação, os acusados tomaram rumo ignorado. A vitima não soube repassar nenhuma característica dos elementos. O policiamento local segue em diligências no intuito de localizar os autores.   

Fonte: 10º BPM de Iguatu 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Propaganda política com voz feminina é mais convincente, aponta pesquisa

Na propaganda eleitoral da TV, você acredita mais nas informações narradas por uma mulher ou por um homem?

Uma pesquisa feita com eleitores nos EUA sobre o que eles acham dos anúncios dos candidatos mostra que o gênero da voz é capaz de influenciar seu voto. E, apesar de a voz masculina ser a mais usada em campanhas, a voz feminina é considerada mais eficiente para convencer eleitores em certos contextos.

A pesquisa feita pela Universidade de Albany, em Nova York, reuniu dados de entrevistas feitas com 80 mil pessoas para avaliar a credibilidade das propagandas políticas. Os entrevistados listaram os temas que aparecem nas campanhas políticas em ordem de importância e os relacionaram com o gênero das vozes, sinalizando o quão confiáveis elas eram.  

A partir desses dados, os pesquisadores perceberam que as vozes são na maioria das vezes associadas a estereótipos ligados ao homem e à mulher: o masculino seria mais assertivo, e o feminino, mais passional.

Assim, há predomínio da voz masculina em anúncios sobre segurança, economia e política externa, enquanto a voz feminina está presente em assuntos como educação.
As vozes masculina e feminina são também vistas como confiáveis quando utilizadas de acordo com o estereótipo a que estão associadas.

Segundo Patricia Strach, uma das autoras da pesquisa, a voz das mulheres é mais utilizada em anúncios nos quais se faz comparações entre candidatos e em temas negativos. A explicação estaria no fato da voz feminina suavizar esses discursos, deixando eles mais aceitáveis.

As pesquisas também indicam que as vozes femininas são mais eficazes em contextos neutros e podem ser utilizadas por candidatos homens e conservadores com o objetivo de ampliar seu eleitorado --mas, nestes casos ela ainda é pouco empregada, aparecendo em cerca de metade do espaço destinado à voz masculina.

"É um paradoxo estranho", diz Strach, sobre a maior presença masculina nas propagandas e a efetividade maior da voz feminina em determinados contextos.

O predomínio da voz masculina estaria ligado a um aspecto cultural não só dos EUA, mas também do Brasil e de diversos outros países.

"Numa cultura patriarcal, normalmente se opta pela voz masculina", diz Carlos Augusto Manhanelli, jornalista especializado em marketing político.

Contudo, para o especialista, isso tende a mudar. "O Brasil caminha para uma cultura mais liberal nesse sentido de gênero. Mas [o machismo] ainda está arraigado", diz ele.

Segundo Manhanelli, tem ocorrido uma maior divisão entre vozes masculinas e femininas nas propagandas na TV, e a explicação estaria na cópia de um modelo que se tornou predominante no noticiário televisivo.

"As campanhas precisam de credibilidade, e usam formato já consagrado, que são o dos telejornais, apresentados por um homem e uma mulher", diz.

Fonte: UOL

Prefeito de Guaraciaba do Norte é vítima de emboscada

O fato ocorreu na madrugada desta quarta-feira, 28, quando o carro do atual prefeito de Guaraciaba do Norte, município da Serra da Ibiapaba, foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Um dos tiros atingiu o vidro da janela do passageiro, onde estava o prefeito, e atual candidato à reeleição, Regivaldo Melo Cavalcante (PRB). O outro projétil atravessou o para-brisa do veículo, também do lado do carona. Regivaldo, que nada sofreu, era conduzido por seu motorista Paulo Sérgio, que também saiu ileso dos disparos.

Ataque

O ataque foi nas proximidades do Sítio Bananeiras, na Zona Rural de Guaraciaba. Segundo informações da 2ª Cia. do 3º Batalhão de Polícia Militar de Tianguá, o candidato trafegada com o veículo tipo Pajero, de cor preta, com placas HWH -2454, em visita à comunidade, quando dois homens não identificados saíram de dentro da mata e efetuaram os disparos, atingindo o veículo. Os mesmos fugiram mata adentro.

De acordo com o investigador da Polícia Civil, Fábio Pessoa, “o veículo foi trazido para a delegacia, mas até o momento ninguém nos procurou para registrar essa ocorrência. Soube que teria sido feito um registro na Delegacia Regional de Sobral, mas de lá também não obtivemos nenhuma informação. Estamos aguardando alguma formalização do ocorrido por parte da vítima”, disse o investigador.

Repercussão

A possível emboscada ao prefeito foi tema das conversas na cidade, inclusive nas rádios locais, segundo o radialista De Assis Lira, que comanda um programa na cidade. Notícias sobre excessos e atos violentos durante esse período de eleições também teriam registradas na cidade, assim como denúncias levadas ao Ministério Público. Sobre o ataque ao prefeito, as polícias Civil e Militar iniciaram diligências para encontrar possíveis suspeitos.

Fonte: Blog Diário Zona Norte no Diário do Nordeste

Eleitor poderá votar num vereador e eleger outro; entenda

Além de prefeitos e vice-prefeitos, eleitores de todo o País escolherão, no próximo domingo (2), os nomes que ocuparão as câmaras de todos 5.570 municípios do Brasil. Só que essa escolha de parlamentares é indireta e pouca gente se dá conta disso. Trata-se do sistema proporcional, que pode, na prática, fazer com que se vote num candidato e se eleja outro.
Há ainda um complicador: as coligações. É possível que o eleitor com um viés ideológico de direita tenha seu voto usado para levar à câmara de sua cidade um candidato da esquerda. E vice-versa.
No sistema distrital, no qual se elegem presidente, governadores, senadores e prefeitos, cada cidadão com idade acima de 16 anos pode dar um voto diretamente ao seu candidato. Ganha o mais votado. 
Quociente eleitoral
Já para os vereadores, e também deputados federais e estaduais, o que vale mesmo é o total de votos para cada partido. Dividindo-se o total de votos válidos pelo número de cadeiras, tem-se o quociente eleitoral.
Daí calcula-se o número de vagas para cada partido ou coligação dividindo-se os votos deles pelo quociente. Quem não atingi-lo, não leva nada. Explicando de outra forma, quem tem 10% dos votos válidos, leva 10% das cadeiras. O TRE de Santa Catarina explica de forma bem didática.
Apesar de complexo, o sistema é o mais adotado em democracias, com duas variações para definir quem serão os parlamentares eleitos. Na lista fechada, o partido (ou coligação) define a ordem de preferência para quem será de fato eleito. 
Na lista aberta, a escolha é do eleitor, que geram um ranking dos candidatos mais votados. É este o que o Brasil adota. Isso significa que seu voto vai primeiro para o partido e depois para os candidatos com mais votos, não necessariamente o da sua escolha. 
A questão das coligações
O risco do eleitor, com seu voto, não eleger o seu candidato piora com uma particularidade que só o Brasil tem. Nossa legislação eleitoral trata a coligação como um único partido.
Na prática, elas são feitas para se conseguir mais tempo de TV, que é dado de acordo com a representação dos partidos na Câmara Federal. Assim, quanto mais partidos, mais tempo no programa partidário da televisão. Isso ainda conta (e muito) para o resultado das eleições.
Ou seja, o critério “tempo” tem mais relevância que uma suposta ideologia partidária. É por isso que partidos com propostas aparentemente tão distintas se unem Brasil afora. É o que vemos em Fortaleza nas eleições deste ano com a parceria entre o PCdoB e o DEM, para ficar num só exemplo
Além da ausência de uma ideologia, o sistema brasileiro acaba gerando uma disputa interna, onde os candidatos exaltarão características pessoais em vez de principiológicas. 
Para o eleitor, resta apenas torcer para que o voto dele não coloque numa cadeira da câmara um candidato que de nada o representa.
Fonte: Diário do Nordeste

Policiais civis encerram greve e delegacias voltam a funcionar em todo o Estado

Policiais civis se reuniram em assembleia na noite da última quarta-feira (28) e decidiram encerrar a greve que tinha iniciado no último sábado (24). Com isto, os escrivães e inspetores retomaram o trabalho e as delegacias de todo o Ceará voltaram a funcionar normalmente, a partir de 8h desta quinta (29).
A decisão de encerrar o movimento paredista acatou a ordem da Justiça que decretou, na última terça (27), a ilegalidade da greve e que os policiais civis retornassem às atividades após a notificação à categoria, que aconteceu no dia seguinte.
O desembargador Luiz Evaldo Gonçalves Leite embasou a decisão judicial na importância dos policiais civis para não comprometer a salvaguarda da sociedade e na proximidade do pleito eleitoral, marcado para o próximo domingo (2/10). Caso a categoria não acatasse a decisão em um prazo de 24h, os dirigentes sindicais seriam multados em R$ 3 mil diariamente e os outros trabalhadores, em R$ 800.
O presidente do Sindicado dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol-CE), Francisco Lucas de Oliveira, reconheceu a importância do trabalho da polícia investigativa durante o período eleitoral e confirmou o retorno da categorias às atividades normais. Entretanto, Francisco Lucas afirmou que o Sindicato irá recorrer da decisão judicial de considerar a greve ilegal.
Reunião de conciliação é marcada pela Justiça
O documento emitido pela Justiça também marcou uma reunião de conciliação entre o Governo e o Sinpol para a próxima terça-feira (4/10). "A gente espera que possa receber uma nova proposta que satisfaça as pautas e a gente possa ter as condições ideais de trabalhar e de realizar a segurança da sociedade cearense", definiu o presidente sindical.
Os policiais civis do Ceará pedem melhoria salarial para escrivães e inspetores, fim da execução de funções como a custódia de presos e a retirada das celas das delegacias da Polícia Civil.
Fonte: Diário do Nordeste

Temer sanciona lei que renegocia dívida de produtor atingido pela seca

O presidente Michel Temer sancionou nessa quarta-feira (28/09), com vetos parciais, a lei aprovada na semana passada pelo Congresso Nacional que renegocia e dá descontos a dívidas rurais de agricultores das regiões Norte e Nordeste atingidos por intempéries e estiagens nos últimos anos. O texto será publicado na edição desta quarta (29) do “Diário Oficial da União”.
A nova legislação, proposta pelo Executivo federal por meio de uma medida provisória, autoriza a concessão de descontos para a quitação ou renegociação de dívidas até o fim de dezembro de 2017.
Serão contemplados débitos rurais de até R$ 15 mil contraídos por agricultores das regiões de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) – que também inclui o Mato Grosso.
Os descontos valerão para agricultores que contraíram dívidas até dezembro de 2011 com o Banco da Amazônia (Basa) e com o Banco do Nordeste (BNB).
No caso do Basa, os descontos variam de 10% a 85% de acordo com a data de contração da dívida. Já com relação ao BNB, os descontos variam de 15% a 95%.
Os recursos para o pagamento desses descontos fornecidos pelos bancos aos produtores têm origem nos fundos Constitucional de Financiamento do Nordeste e Constitucional de Financiamento do Norte.
Na prática, os descontos já poderiam ser concedidos aos agricultores desde a edição da medida provisória. No entanto, os bancos aguardavam a aprovação do texto no Congresso para ter maior segurança fiscal na concessão dos benefícios.
Vetos
Temer vetou três dispositivos da lei aprovada pelo Legislativo, entre os quais um artigo que autorizava o governo federal a repactuar as dívidas das cooperativas de produção agropecuária com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) até 31 de dezembro de 2010.
Outro artigo vetado integralmente pelo presidente da República autorizava as instituições financeiras a transferirem o vencimento das parcelas vencidas e que venceriam entre 1º de janeiro até 31 de dezembro deste ano para o final do contrato das operações de custeio de safra e investimentos na região formada pelos estados do Maranhão, do Piauí e do Tocantins.  A lei distava, entretanto, que para receber o benefício deveria ter sido decretada situação de emergência ou estado de calamidade pública.
Fonte: G1

Clima de violência domina o Interior cearense às vésperas das eleições, com 19 assassinatos nos últimos três dias

Faltando menos de 72 para o início do pleito eleitoral do próximo domingo (2), o Interior cearense passa por momentos de tensão e violência. Somente nos últimos quatro dias (intervalo entre o domingo e a quarta-feira), nada menos que 34 pessoas foram assassinadas no estado e destas, 19 em municípios interioranos. O clima de acirramento político tem produzido atentados, ameaças e também mortes.  
Por conta desse clima de animosidade, o reforço policial que deveria ser deslocado nesta sexta-feira (30), foi antecipado para alguns Municípios onde a violência tem sido mais intensa. É o caso, por exemplo, da cidade do Icó  (a 375Km de Fortaleza), onde foi determinada uma “Operação Ocupação” com equipes policiais da Capital e até um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), além de efetivos do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do BPRaio.
Sem contar com tropas federais (Exército Brasileiro) nestas eleições, o Ceará deverá ter garantidas as eleições somente com efetivos estaduais (polícias Civil e Militar), além da própria Polícia Federal. Somente da PM, serão mobilizados 5.600 homens em um efetivo extra.
Na Região Metropolitana de Fortaleza, a maior preocupação é com o Município de Caucaia, onde o acirramento da campanha já produziu até assassinatos e as denúncias de compra de votos e de financiamento de campanha por parte de facções criminosas teriam por trás  sido ações de uma milícia armada.
Violentos
Outros Municípios que estão sendo alvo da ação redobrada do Tribunal Regional Eleitoral e das forças da Segurança Pública são: Sobral, Acopiara, Iguatu, Aiuaba, Saboeiro, Senador Pompeu, Mombaça, Quixadá, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Quixeramobim, Amontada e Boa Viagem. 
Fonte: Ceará News 7

Polícia Civil retoma atividades após decisão do TJ

O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol-CE) foi notificado nesta quarta-feira (28) pelo Tribunal de Justiça do Estado para retomar as atividades em até 24 horas. Segundo o Sinpol, a categoria deve voltar ao trabalho até às 15h de quinta-feira (29).
A categoria promoveu uma assembleia geral nesta quarta, no Sinpol Anexo, no Bairro José Bonifácio, para oficializar o fim das paralisações e discutir os rumos do movimento grevista. O sindicato ainda informou que na próxima terça-feira (4) deverá ser realizada uma audiência entre o Governo do Estado e o Sinpol para apresentação de proposta aos policiais civis. 
O desembargador Luiz Evaldo Gonçalves Leite determinou, na última terça-feira (27), o encerramento da greve dos policiais civis do Estado, após o movimento ser considerado ilegal.
Os policiais iniciaram a greve no último dia 24. Os agentes reivindicam melhorias salariais para ativos e aposentados entre outras pautas. 
Fonte: CNEWS

Advogados negociavam sentenças judiciais no CE por WhatsApp, diz PF

A Polícia Federal (PF) identificou que os advogados e desembargadores investigados por envolvimento no esquema de compra de sentenças nos plantões do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) negociavam habeas corpus através do aplicativo WhatsApp. De acordo com a PF, os advogados criaram grupos de mensagens para ofertar as decisões judiciais. O esquema ilícito é investigado pela PF na segunda fase da Operação Expresso 150, batizada de operação Capuccinno, deflagrada nesta quarta-feira (28).
A operação cumpriu nesta quarta-feira conduções coercitivas de 24 pessoas - entre elas, três desembargadores e -,além de 19 mandados de busca e apreensão em escritórios, residências e no Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), em Fortaleza.
O delegado regional de combate e investigação ao crime organizado da Polícia Federal, Wellington Santiago, afirmou nesta quarta-feira (28), que os advogados usavam o aplicativo WhatsApp para negociar a concessão de habeas corpus. Advogados intercediam junto a desembargadores para obter as sentenças e outros advogados compravam as tais decisões. As sentenças era vendidas por R$ 150 mil, em média.
Em um dos trechos de conversas obtidos pelos investigadores, um advogado diz que "hoje é dia de resolver problemas". Em outro a mensagem é "Trago uma boa notícia, sábado tem plantão. Traga se HC (habeas corpus) e seu 'agrado' que nós resolvemos", publicou um dos envolvidos. "Ok, presidente!", responde outro envolvido.
Em outra ocasião, um dos advogados questiona se não haveria nenhum pedido de compra de decisões. "'Latera', sábado tem plantão. Nenhum HC (habeas corpus) pra sábado? As condições são as mesmas", publicou o envolvido.
Em outro caso, uma advogada pede a outra envolvida para "agilizar uma decisão liminar do desembargador". A outra suposta envolvida no esquema de corrupção diz que conseguiria "com o maior prazer. Sete horas depois, a suspeita diz que o habeas corpus foi concedido e já está no sistema. A advogada agradece pela fraude. "Graças a Deus, pelo menos uma notícia boa no dia. Muito obrigada, não tenho nem como agradecer", escreveu.
O delegado Wellington Santiago disse que os demais diálogos, além dos citados acima, conseguidos pela PF também indicaram a negociação das sentenças. "Os grupos (WhatsApp) eram criados para tratar de assuntos especificamente de negociações de decisões judiciais e outros assuntos correlatos, principalmente relacionado ao manejo e atos de escancarada corrupção em torno dessas decisões".
O investigador explicou ainda que as decisões dos plantões judiciais eram favoráveis aos pedidos feitos nos grupos dos advogados. Após as sentenças, os advogados investigados solicitavam a outros envolvidos no esquema que assinassem os habeas corpus, como forma de tentar esconder as irregularidades.
Pornografia infantil
Além das mensagens contendo indícios de corrupção, a Polícia Federal também apreendeu com os suspeitos materiais contendo pornografia infantil. Os envolvidos mantinham e compartilhavam vídeos e fotos com cenas sexo envolvendo crianças e adolescentes.

"A pornografia infantil é um crime muito grave e não podemos de forma nenhuma descatar também estes fatos", informou o superintendente regional da PF, Delano Cerqueira Bunn.
De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), caso sejam confirmadas as evidências os crimes serão julgados na primeira instância.
"Com o aprofundamento de investigações relacionadas ao caso, apuram-se ainda indícios de prática de crimes contra a liberdade sexual e pornografia infantil que podem ter advogados como participantes do esquema. Caso sejam confirmadas as evidências, os crimes serão julgados pela primeira instância de Justiça", informou, em nota, a Procuradoria-Geral da República (PGR).
Mandados cumpridos

A Polícia Federal cumpriu, nesta quarta-feira, (28), 24 mandados de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para depor, e 19 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). As buscas fazem parte da segunda fase da Operação Expresso 150. A ação de hoje aprofundou as investigações sobre o esquema de venda de decisões judiciais no Tribunal de Justiça do Ceará.

Os mandados foram cumpridos contra advogados, dois desembargadores da ativa e um aposentado, suspeito de participação em comércio de sentenças, entre 2012 e 2015, para liberação de criminosos a partir de liminares em habeas corpus em plantões judiciais do TJ-CE. Além deles, pessoas supostamente envolvidas em fraude em um concurso público da Polícia Militar também foram levados para depor na sede da PF. Dois representantes da PGR acompanharam as ações.
De acordo com a Polícia Federal, 14 advogados, dois desembargadores da ativa e um desembargador aposentado são alvos nesta fase. As buscas ocorrem nas residências dos investigados, escritórios de advocacia e em dois gabinetes de desembargadores do Tribunal de Justiça do Ceará.
Os crimes investigados são associação criminosa, corrupção passiva, tráfico de influência, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Cento e dez policiais federais participam da operação. Todos os investigados deverão prestar depoimento e após serão liberados.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

DINHEIRO GANHA ELEIÇÃO???

FIZ UM LEVANTAMENTO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS EM ACOPIARA DE 1988 ATÉ 2012. VALE DESTACAR QUE TODAS ELAS EU VIVENCIEI O DIA A DIA.
1988 - DR. JOÃO UCHOA VENCE APOIADO PELO PREFEITO GASPAR, QUE ERA TIDO COMO O MELHOR NA ÉPOCA. ANTÔNIO ALMEIDA PARTICIPAVA DE SUA PRIMEIRA ELEIÇÃO, AINDA DESCONHECIDO. MORAL DA HISTÓRIA É QUE NÃO HOUVE FORÇA DO DINHEIRO PARA A VITÓRIA DE DR. JOÃO.
1992 - GASPAR CONTANDO COM APOIO DO GOVERNADOR E PREFEITO, COM RÁDIO E A FORÇA DE UM HOSPITAL, ALÉM DE TER SIDO O MELHOR PREFEITO ATÉ ENTÃO, PERDEU AS ELEIÇÕES PARA ANTÔNIO ALMEIDA QUE NÃO TINHA UM TOSTÃO. FOI A VONTADE DO POVO. MORAL DA HISTÓRIA É QUE O POVO QUIS ANTÔNIO ALMEIDA NA PREFEITURA.
1996 - ESSA FOI A ÚNICA ELEIÇÃO QUE NÃO ME ENGAJEI, POIS ATUEI EM OUTROS MUNICÍPIOS. A DISPUTA FOI ENTRE DR. FELIPE ALMEIDA E SHEILA. VENCE DR. FELIPE. DIFERENÇA MÍNIMA DE UM POUCO MAIS DE 280 VOTOS.
2000 - SHEILA DISPUTA CONTRA ANTÔNIO ALMEIDA E ELA CAI NAS GRAÇAS DA POPULAÇÃO. FOI ATÉ CHAMADA DE MORANGO DO NORDESTE. ENQUANTO ISSO DR.FELIPE ROMPE COM A FAMÍLIA ALMEIDA FORTALECENDO A CANDIDATURA DE SHEILA QUE FOI ELEITA.
2004 - SHEILA E SEU VICE DR. VILMAR BRIGAM E ROMPEM, CADA UM SENDO CANDIDATO. ANTÔNIO ALMEIDA RESSURGE E COM A SUA LEGIÃO DE PFL BATE OS DOIS QUE POR CAUSA DA BRIGA PELO PODER VÊEM ANTÔNIO ALMEIDA VOLTAR À PREFEITURA.
2008 - REELEIÇÃO FÁCIL PARA ANTÔNIO ALMEIDA, POIS HAVIA REALIZADO UM BOM TRABALHO NOS QUATRO ANOS QUE PASSOU COMO PREFEITO. DR VILMAR FOI O CANDIDATO DERROTADO.
2012 - ANTÔNIO ALMEIDA LANÇA ROBINHO ALMEIDA, JOVEM AINDA DESCONHECIDO NA POLÍTICA. DR VILMAR PELA TERCEIRA VEZ PEDE UMA CHANCE PARA SER PREFEITO E A POPULAÇÃO ACEITA SEU PEDIDO, FAZENDO-O PREFEITO.
MORAL DA HISTÓRIA... NÃO VI EM NENHUM DESSES MOMENTOS A INTERFERÊNCIA DO DINHEIRO E SIM VI A VONTADE DO POVO E ALGUMAS DESAVENÇAS PARTIDÁRIAS QUE FIZERAM UM POLITICO OU OUTRO SER ELEITO PREFEITO.
PRA MIM QUEM GANHA POLÍTICA É CANDIDATO QUE CAI NAS GRAÇAS DO POVO E LANCES DE SORTE.
TEXTO: WILSON FILHO

Às vésperas das eleições municipais, esquema de fraude em pesquisas eleitorais no Ceará é revelado em áudio

Um novo escândalo na política no Ceará surge faltando apenas três dias para o eleitor ir às urnas.  Um áudio que vazou nas últimas horas revela uma suposta fraude a ser aplicada para a avaliação da intenção de votos. Mais vem o pior: a empresa envolvida no caso é a mesma que somente entre os meses de julho e setembro foi contratada e aplicou 29  pesquisas eleitorais  em 24 municípios cearenses.
A empresa envolvida no escândalo é a  Idhata, Instituto de Pesquisa e Inteligência de Marketing Limitada-ME, sediada em Fortaleza e cuja sócia majoritária chama-se Denise Almeida Ribeiro Silva. É a voz dela ouvida no áudio onde negocia com um cliente e confessa a fraude. Diz que vai “dar um desconto” ao contratante com a condição de não realizar a “pesquisa de campo”, mas sim, copiar questionários já aplicados numa enquete anterior, o que caracteriza o crime.
Entre os dias 11 de julho e 26 de setembro, a Idhata fechou contratos e realizou pesquisas nos seguintes Municípios: Sobral, Barbalha, Iguatu, Crato, Milhã (2 vezes), Acarape, Crateús, Milagres, Tabuleiro do Norte, Frecheirinha, Ipu, Beberibe, Ubajara, Graça, São Benedito (duas vezes), Capistrano (2), Caririaçu (2), Mauriti (2), Mucambo, Poranga, Icapuí, Canindé, Coreaú e Forquilha.  O preço das pesquisas variou entre  R$ 4 mil e R$ 7 mil.
Entre os contratantes está a empresa WMO – Comunicação e Marketing, pertencente a Wesley Martins de Oliveira, que encomendou pesquisas para os Municípios de Milagres, Tabuleiro do Norte, Milhã, Frecheirinha, Ipu, Beberibe, Ubajara, Graça, São Benedito, Capistrano. Caririaçu, Mauriti, Mucambo, Icapuí e Canindé.
Entre outros contratantes figuram também numa planilha da própria empresa o Sistema Liberdade de Comunicação Limitada-ME, com pesquisas nas cidades de Sobral, Barbalha, Iguatu, Crato e Milhã; e o deputado estadual Bruno Torquato Pedrosa (esquisa no Município de Acarape).
A confissão
Na gravação, a dona da empresa revela para o cliente que vai copiar os dados de uma pesquisa anterior e colocar na nova enquete contratada. Ela diz: “Dos 300 questionários, da quantidade que foi feita a pesquisa (anterior), eu vou passar à limpo com os critérios que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) exige, que são cinco... Então, eu vou passar à limpo esses questionários pra gente não ter que ir pegar em campo de novo. Aí, por conta disso, estou lhe dando um desconto...”
O histórico da empresa remete a  fatos que foram investigados em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará em 2009 (logo após as eleições de 2008), que teve como objetivo exatamente investigar falcatruas  em pesquisas eleitorais. 
Fonte: Ceará News 7

Vice-governador de GO é baleado e candidato morre em Itumbiara

O vice-governador de Goiás José Eliton (PSDB)
O vice-governador de Goiás e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária José Eliton (PSDB) foi baleado durante uma carreata nesta quarta-feira no município de Itumbiara, no sul do estado. O ex-prefeito da cidade e candidato nas eleições de outubro José Gomes da Rocha (PTB), conhecido como Zé Gomes, também foi alvejado e, segundo informações do governo do Estado, morreu. O governador Marconi Perillo está em viagem oficial ao Canadá e aos Estados Unidos.
De acordo com o governo, Eliton foi atingido por dois tiros no abdômen e será operado. O atirador morreu (confira no vídeo a seguir). Um policial militar que fazia a segurança também foi baleado e morto.
Líder na pesquisas de intenção de votos em Itumbiara, Zé Gomes participava de carreata com correligionários, como o deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) e o senador Wilder Morais (PP). Ex-presidente da Saneago, a companhia de saneamento de Goiás, Gomes foi alvo do Ministério Público Estadual, que em 2013 entrou com ação na justiça para que o político deixasse o cargo. O argumento era de que ele havia sido condenado em ação de improbidade administrativa por usar verbas de quando era deputado federal para contratar jogadores de futebol para o Itumbiara Esporte Clube, time do qual foi presidente.

Fonte: Notícias ao Minuto