segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Gestores de Tauá e de Iguatu, não reeleitos, dão continuidade às obras

Alguns prefeito não reeleitos, na prática, abandonam obras e serviços públicos e até promovem ações conhecidas por desmonte nas Prefeituras. Nas cidades de Tauá e de Iguatu ocorre o contrário.

A prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar, não foi reeleita, assim como o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara. Os dois gestores continuam executando obras – dando continuidade ou iniciando novos trabalho de infraestrutura urbana.

Patrícia Aguiar permanece trabalhando, respeitando a legislação. “Tauá mostra seriedade e compromisso com a população”, ressaltou o presidente do Pacto de Cooperação Ambiental da Região dos Inhamuns e de Crateús, Jorge Moura.

A prefeita de Tauá reafirmou: “Governarei com seriedade até 31 de dezembro de 2016, deixarei o município equilibrado e a máquina administrativa inteira, em pé, por uma questão de honra e de equilíbrio pessoal. As obras não poderão parar e enquanto for prefeita desse município, as obras andarão normalmente”.

Obras estruturantes e de melhoramento do centro comercial estão a todo vapor, limpeza pública, pagamento de pessoal em dia e a máquina administrativa andando normalmente.

Na cidade de Iguatu, o prefeito Aderilo Alcântara dá continuidade a obras de infraestrutura no entorno da Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana e no Hospital Regional de Iguatu (A construção da casa de parto normal).

O prefeito Aderilo Alcântara disse que vai trabalhar até o último dia do mandato: “Vamos manter o nosso compromisso com a população”.


Fonte Diário do Nordeste


OBSERVAÇÃO: O PREFEITO DE ACOPIARA, PODERIA SEGUIR O EXEMPLO DOS GESTORES DE TAUÁ E IGUATU, POIS DEPOIS DA DERROTA NAS URNAS, O MESMO ABANDONOU O MUNICÍPIO, ONDE OS SERVIÇOS BÁSICOS ESTÃO DEIXANDO A DESEJAR. LAMENTÁVEL