sábado, 30 de abril de 2016

Quadrilha armada ataca carro-forte no Interior

Uma quadrilha fortemente armada assaltou, na manhã de ontem, um carro-forte da empresa Prosegur. A ação aconteceu neste município, distante 136Km da Capital, na localidade de Triunfo, há 12 km da sede. Segundo informações dos vigilantes repassadas à Polícia, todo o dinheiro que estava nos malotes foi levado pelo grupo, que fugiu em seguida. Ninguém ficou ferido.
O carro-forte seguia de Fortaleza rumo ao município de Quixadá. O dinheiro transportado seria usado para abastecer os caixas-eletrônicos da cidade. No momento em que passava pelo local, o veículo foi interceptado pelos assaltantes.
Na tentativa de parar o carro-forte, pelo menos seis homens passaram a efetuar vários disparos. Um dos tiros teria atingido o motor, o que obrigou o motorista a parar o veículo. Um caminhão baú que passava pelo local no momento da ação, também foi interceptado e usado para fechar a via.
Uma fonte da Polícia que preferiu não se identificar informou que os assaltantes estavam em dois carros, um modelo Renault Duster, de cor prata, e um Hyundai Ix35 preto.
Segundo o subtenente Melo, do Destacamento da Polícia Militar de Ibaretama, os bandidos estariam armados com fuzil e usaram dinamites para explodir o cofre do carro. "Toda a ação durou cerca de apenas cinco minutos". Os malotes com a quantia que era transportada pela empresa e as armas usadas pelos funcionários foram levados. O valor subtraído não foi divulgado pela Polícia.
Além de terem sido rendidos durante toda a ação, dois vigilantes ainda foram usados como reféns enquanto o grupo tentava explodir o cofre, para tentar impedir que os demais fugissem pela mata e acionassem o reforço policial. "As equipes foram acionadas mas quando chegamos ao local os homens já haviam empreendido fuga", disse o subtenente Melo.
Durante todo o dia, as equipes da Polícia montaram um cerco nas cidades vizinhas a fim de capturar os bandidos. Cerca de 40 homens das polícias Militar e Civil e militares do Comando Tático Rural (Cotar) fizeram diligências. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) também foi chamado ao local para recolher uma das bananas de dinamite que não teria funcionado na hora de explodir o cofre.
Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também foi usado para tentar chegar ao grupo. Policiais das cidades vizinhas de Quixadá, Ocara e Baturité participaram do trabalho de busca aos assaltantes mas, até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.
Estrada
A Polícia acredita que grupo fugiu rumo à cidade de Ibicuitinga, onde, minutos após o assalto, um carro foi encontrado incendiado em uma estrada carroçável. Os policiais acreditam que o veículo seria um dos que foi usado na ação. "Essa é uma tática muito usada em ações deste tipo. Eles fogem e incendeiam um carro para tentar despistar a atenção das equipes que trabalham para prender os criminosos", disse o militar.
Até ontem, 14 ataques a bancos tinham sido registrados no Estado. De acordo com dados da Polícia e do Sindicato dos Bancários do Ceará, esse foi o primeiro assalto a carro-forte do ano.
Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) também estão na Região do Sertão Central para obter informações sobre a identidade dos criminosos e a localização do bando.
Fonte: Diário do Nordeste