sábado, 27 de fevereiro de 2016

VIRA-CASACA: Cid Gomes muda de lado e agora diz que Lula foi 'licencioso' no escândalo da Petrobras

O ex-governador do Estado, Cid Gomes, mudou de posição.  Na semana passada, o político sobralense havia defendido o ex-presidente Lula  diante da enxurrada de indícios e provas colhidas pela Polícia Federal e pela Justiça em suposto recebimento de propinas envolvendo empreiteiras como a Odebrecht.
Cid agora mudou de discurso e disse que Lula teria sido, ao menos, “licencioso” com o escândalo que envolve a Petrobras, através de um complexo e bilionário esquema de propinas que vão desde o desvio de verbas da estatal para o pagamento de propinas a financiamentos ilegais da campanha  da presidente Dilma Rousseff em 2014.
O pedetista, no entanto, saiu em defesa de  Dilma, a quem classificou como uma pessoa "séria, honrada e bem intencionada".
"O grande problema do Brasil é vir à tona um período do qual a Dilma não é copartícipe e, pelo contrário, trabalhou para desmontar, em que uma trupe de gente desonesta se apoderou muito, em função de pressões do PMDB e de boa parte desses eventuais ditos partidos que compõem a base, fisiológicos. E houve muita conivência do Lula em relação a isso", afirmou.
Para Cid, Dilma fez justamente o contrário. "Quem tirou a cúpula da roubalheira da Petrobras foi a Dilma e, oportunisticamente, tem sido criticada por uma coisa que ajudou a desfazer", disse.
Fonte: Ceará News 7