segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Bonde com 50 motoqueiros invade a avenida Abolição assaltando e atirando para matar

O secretário de Segurança, Delci Teixeira, deve pedir demissão imediatamente. Perdeu o controle da luta contra a violência e está desmoralizado. Ou ele pede para sair, se tiver ainda dignidade, ou fica no cargo pela incapacidade do governador Camilo Santana em demiti-lo e promove o caos no Ceará.
Neste domingo, aconteceu um bonde com no mínimo 50 motoqueiros que desceram das favelas Santa Terezinha, Serviluz e adjacências para promover um arrastão nos frequentadores da avenida Beira Mar.
Os bandidos armados assaltaram e atiraram em populares. Houve pânico. Carros na contra mão, pessoas desesperadas, ônibus não parando nos pontos e o mais grave: a Polícia indiferente a essa onda de crimes.
Esse arrastão começou pouco depois das 16h e prosseguiu por mais de 40 minutos. Nesse período, apenas dois PMs em motos tentavam sem chances intimidar os bandidos. Diante dos telefonemas, várias viaturas apareceram na Abolição entre as avenidas Desembargador Moreira e Virgílio Távora.
Só que o trabalho policial foi inútil. O bonde aprontou todas e fugiu de volta para as favelas onde nem a Polícia Civil nem a Militar entrar receosos de morrer vítimas de emboscadas dos traficantes.
Como o governador Camilo insiste que as facções não existem, será complicado o secretário de Segurança ter uma explicação para o episódio. O que teria ocorrido foi uma prova de força de uma facção contra outra que resiste a aceitar as regras do Comando Vermelho e do PCC.
Fonte: Ceará News 7