segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ministério confirma ligação de microcefalia com zika

O Ministério da Saúde confirmou a ligação entre o zika vírus e o surto de microcefalia em recém-nascidos no país. Já são 739 de microcefalia notificados, a maioria no Nordeste.

Pesquisas ainda são feitas para tentar decifrar como o vírus ataca o sistema nervoso na formação dos fetos. 

No Rio de Janeiro, a Fundação Fiocruz coletou amostras de duas crianças diagnosticadas com a má formação cerebral para verificar a existência do vírus na corrente sanguínea. Em São Paulo, dois casos da doença foram confirmados. 

Com a proximidade do verão, época em que a proliferação do mosquito explode no Brasil, os cuidados com a prevenção devem ser redobrados. 

Segundo o Ministério da Saúde, 665 municípios estão em alerta já que possuem entre 1% e 4% dos imóveis com foco do mosquito. A Organização Mundial de Saúde indica que os níveis aceitáveis tem que ficar abaixo de 1%. 

Também foi confirmada a segunda morte causada pelo zika vírus, que é transmitida pelo mosquito da dengue. Uma jovem de 16 anos do Pará e um homem de 35 anos do Maranhão morreram infectados.