quinta-feira, 30 de julho de 2015

Polícia prende suspeito de matar família a facadas em Guarulhos

A polícia prendeu um suspeito de matar uma família a facadas em Guarulhos, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira (29). De acordo com a polícia, o suspeito era amigo do artista plástico Bruno Gonçales de Lima, de 24 anos, uma das vítimas.
A motivação do crime não foi divulgada. Inicialmente, a polícia investigava a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte). Com o suspeito, foram encontrados alguns objetos e eletrodomésticos que haviam sido furtados. A prisão ocorreu na casa do suposto assassino, que não tinha passagens anteriores pela polícia.
Segundo investigadores, o suspeito tinha acesso à residência e dormia no local eventualmente.
Além do artista plástico, seus pais – o aposentado Nelson Franco de Lima, de 60 anos, e a diarista Luci Aparecida Gonçales, de 57 anos – também foram encontrados mortos na própria casa na última segunda-feira (27). No entanto, o crime teria ocorrido na última sexta (24).
Os corpos só foram descobertos após parentes estranharem a falta de contato e irem à casa da família, na Rua Itapicuru, no Jardim Presidente Dutra. Uma pessoa entrou pela janela e encontrou todos mortos.
A casa estava revirada e vários objetos tinham desaparecido, caso da televisão, do computador e do aparelho de som. O carro foi deixado a 2 km do local.
Os vizinhos reclamam da falta de segurança no Jardim Presidente Dutra. "Está sendo assaltado todo mundo aqui", afirmou o mecânico Hugo Quirmo.