terça-feira, 31 de março de 2015

Padre morre na frente dos fiéis durante missa em Cariacica, ES

Um padre morreu na frente dos fiéis durante a missa de Ramos no bairro Porto de Santana, em Cariacica, na Grande Vitória, por volta de 20h deste domingo (29). Assustados, os fiéis tentaram reanimar o padre Carlos de Assis Viana, de 37 anos, e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Mas, quando o resgate chegou, Carlos já havia morrido.

A Arquidiocese de Vitória informou que a suspeita é que o padre tenha sofrido um ataque cardíaco.
Ordenado em 2011, Carlos de Assis era pároco na Paróquia São Francisco de Assis, em Porto de Santana. 
Ao saber da morte do amigo, o padre Kelder Brandão, que trabalhou por mais de um ano com Carlos de Assis, disse que ele era muito humilde. “Padre Carlos era a humildade encarnada. Foi professor da rede pública, uma pessoa muito simples. Exercia o ministério com muito zelo. Foi muito agradável conviver com ele”, disse Kelder.
Segundo o padre Kelder, durante o tempo em que trabalharam juntos, Carlos não apresentava nenhum problema de saúde. “Recebi um telefonema de um seminarista dando a notícia, e fiquei atônito. Ele não tinha nenhum indicativo de doença. Foi um susto para todos, um infarto fulminante”, informou o padre Kelder.
Natural de Minas Gerais, o padre Carlos atuava há cerca de três anos em Porto de Santana. "O povo de lá tem muito carinho por ele. Estão todos em choque”, completou Kelder.
A Arquidiocese de Vitória disse na manhã desta segunda-feira (30) que o corpo do padre foi levado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) do Hospital Estadual São Lucas, na capital do Espírito Santo.
De acordo com Arquidiocese,  após a liberação, o corpo será levado para a paróquia São Francisco de Assis, em Porto de Santana, Cariacica, onde será celebrada uma missa e haverá um tempo de velório para os fieis. Depois, o corpo será levado para Caeté, em Minas Gerais, onde será sepultado. Caeté é o município na Grande Belo Horizonte o lugar de residência dos familiares do padre Carlos.