terça-feira, 31 de março de 2015

CRATO: VIGILANTE É ASSASSINADO COM TIRO NA NUCA

A vítima morreu com tiro na nuca. Um colega de trabalho do vigilante afirmou a policia ter ouvido apenas o estampido da e uma arma de fogo e depois encontrado o rapaz morto. O vigilante Jozivan Santos Brasil, 30 anos, que segundo informações da Polícia Crato, morava na rua Moisés Xenofonte, 55 Distrito de Ponta da Serra foi executado na madrugada desta terça-feira em seu local de trabalho com um tiro na nuca.

O crime aconteceu no interior do prédio do HEMOCE localizado no bairro Pimenta. O acusado do crime que ainda não foi identificado fugiu levando a arma da vítima.

A Polícia informou em seu boletim enviado para a imprensa que o vigilante do laboratório do GEOPARK URCA, que fica na rua Carolino Sucupira, Bairro Pimenta, Francisco de Assis Inácio de Sá, 44 anos, disse que minutos antes do latrocínio acontecer ele estava em seu posto de trabalho quando um homem de estatura mediana, magro, usando uma máscara no rosto, short, e com uma arma de fogo, o rendeu tomando o seu colete balístico, pertencente a empresa de vigilância SERVNAC e o seu celular.

Francisco de Assis acrescentou que cerca de 15 minutos após de ter lhe assaltado, o acusado se deslocou até ao prédio do HEMOCE, na mesma rua do GEOPARK, onde rendeu o vigilante do local, Jozivan Brasil, roubando a arma de fogo deste e executando o mesmo com um disparo na cabeça na região da nuca.