terça-feira, 31 de março de 2015

Com eliminação, Fortaleza deixa de faturar cerca de R$ 800 mil na Copa do Nordeste

Fortaleza perdeu para o Sport nos pênaltis (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)
Se a frustração dentro de campo pela eliminação, apenas nos pênaltis, para o Sport já foi enorme, os cofres do Fortaleza devem estar numa lamentação sem tamanho.
Afinal, se não bastasse a cota de participação nas semifinais de R$ 275 mil, o Tricolor ainda perdeu a renda do jogo de ida contra o Bahia.
Ou seja, um clássico nordestino, valendo vaga na decisão da Copa do Nordeste. Algo para cerca de 30 mil torcedores, por baixo, o que deveria levar uma arrecadação superior a R$ 500 mil.
Agora, contudo, as atenções do Fortaleza devem ser voltadas para a Copa do Brasil e Campeonato Cearense. Pelo torneio nacional, se avançar à segunda fase, serão mais R$ 200 mil no bolso.
Enquanto no Estadual, a semifinal contra o Icasa, no Castelão, além da renda, é preciso a consciência de que a classificação à decisão do Cearense garante vaga na Copa do Nordeste e também Copa do Brasil de 2016. Ou seja, é muita grana.
Como bem disse o volante Corrêa, logo após a eliminação para o Sport: Não dá nem tempo para lamentar muito, porque já temos outro mata-mata nessa quarta-feira.
O camisa 5 tricolor foi em cima. Fortaleza precisa entender que a saída da Copa do Nordeste é coisa do passado e tem de aprender com os erros. Ou como dizem os mais velhos: não há um mal que não traga um bem.
O foco agora é não vacilar na Copa do Brasil nem no Campeonato Cearense. Há muito dinheiro envolvido.