terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Presidente de torcida organizada do Flamengo é preso na Baixada, RJ

Anderson Clemente da Silva, presidente de uma torcida organizada do Flamengo, é suspeito de matar um torcedor do Botafogo (Foto: Divulgação/ Disque Denúncia/RJ)Anderson Clemente da Silva é suspeito de matar
um torcedor do Botafogo (Foto: Divulgação/
Disque Denúncia/RJ)
Policias da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam na noite desta a segunda-feira (29) o presidente de uma torcida organizada do Flamengo, a Raça Rubro-Negra. Ele é suspeito de matar Luciano Martins dos Santos, torcedor do Botafogo, em 2012. As informações são da Polícia Civil.

De acordo com o delegado da titular Luís Otávio Franco, Anderson Clemente da Silva, de 35 anos, conhecido como Macula, foi preso na Praça do Xavante, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no local onde a torcida costuma se reunir. Havia um mandado de prisão existente contra ele. Ainda segundo o delegado, até as 7h40 Mucula não tinha prestado depoimento.

Segundo informações do Disque-Denúncia, o crime ocorreu no dia 5 de fevereiro de 2012, na Rua Cândido Benício, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.
Na época, outras três vítimas ficaram feridas a tiros e reconheceram Macula como o autor dos disparos. A polícia também estava à procura da arma que o acusado teria usado no crime.