terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Irmã do senador Eunício Oliveira é baleada no peito no interior do Ceará

Multidão ocupou frente do hospital de Lavras da Mangabeira, onde Dena foi atendida inicialmente; ela foi transferida para Fortaleza (Foto: Lindomar Rodrigues/Arquivo pessoal)Multidão ocupou frente do hospital de Lavras da Mangabeira, onde Dena foi atendida inicialmente; ela foi transferida para Fortaleza Um homem invadiu a residência e atirou no casal Dena Oliveira e José Maria, em Lavras da Mangabeira, no interior do Ceará, na tarde desta terça-feira (30). Dena Oliveira é ex-prefeita da cidade e irmã do senador do Ceará Eunício Oliveira (PMDB). De acordo com a Polícia Militar, o suspeito é ex-motorista do casal e cobrava uma suposta dívida de Dena Oliveira.
Dena foi baleada no peito e transferida para Fortaleza em estado grave. José Maria foi baleado no braço e passa bem. O suspeito se matou após atirar contra o casal, de acordo com o delegado da Polícia Civil Osmar Borges.
"A princípio, soubemos que ele foi cobrar questões de débito, mas ainda não sabemos se há de fato alguma dívida. Quando o marido dela afirmou que iria pegar um dinheiro, o ex-motorista dela atirou contra ele. Dena apareceu na cena e também foi baleada", relata o delegado Borges.
O ex-funcionário do casal chegou a entrar em luta corporal com José Maria e em seguida se matou, segundo o delegado. "A residência ficou com muitas marcas de sangue e pela posição da marca da bala no corpo parece suicídio, o que bate com informações da testemunha", relata.
Vice-prefeito morto no domingo

No domingo (28), o vice-prefeito de Lavras da Mangabeira foi encontrado morto. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), o vice-prefeito estava desaparecido desde a última quinta-feira (25). Familiares de Isac Damaso informaram que ele foi visto pela última vez em uma festa. A polícia descarta relação entre os crimes.

A polícia afirma que o corpo do vice-prefeito tinha marcas de violência e não descarta crime de latrocínio, que é o roubo seguido  de morte. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Iguatu.