segunda-feira, 30 de junho de 2014

Candidatura de Camilo Santana ao Governo é oficializada em Convenção


Em evento conjunto, os diretórios cearenses do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) realizam, na manhã deste domingo (29), suas Convenções Estaduais, necessárias para a homologação das candidaturas que concorrerão nas eleições deste ano.

Um dia antes dos encontros, o nome indicado ao Governo do Estado, com o apoio dos partidos da base de apoio de Cid Gomes, ainda não havia sido definido. Tudo mudou radicalmente durante uma reunião, convocada às pressas pelo governador, onde PT concordou com a proposta de participar da chapa majoritária com o deputado estadual petista Camilo Santana concorrendo ao comando do Palácio da Abolição. Dessa forma, o partido teve que abrir mão da candidatura de José Guimarães ao Senado Federal, como vinha sendo planejado há meses. 

Poucas horas depois, Cid Gomes (PROS) e Camilo Santana (PT) entram no Ginásio da Faculdade Ari de Sá, no Centro de Fortaleza, carregados pelos braços de apoiadores. No palco, correligionários aguardavam para dar início aos discursos. Ciro Gomes, secretário da Saúde do Ceará, iniciou as falas, enaltecendo a aliança política formada. José Guimarães, vice-presidente nacional do PT, que acabou abrindo mão da disputa ao Senado, referendou a escolha de Camilo e destacou a candidatura do PT como de grande importância também para a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. 

O governador Cid Gomes, que desmaiou durante a Convenção do PDT realizada uma semana antes, por prevenção, preferiu falar ao público sentado. Antes de tudo, ele listou todos os pré-candidatos do PROS ao Governo, como Izolda Cela, Mauro Filho, Domingos Filhos e Zezinho Albuquerque, agradecendo a compreensão e colaboração de cada um. Logo depois, deu início a um discurso pesado contra a oposição fazendo questão de colocar a chapa apresentada como a verdadeira apoiadora de Dilma Rousseff.

Camilo Santana apresentou-se e agradeceu a sua escolha como representante dos aproximadamente 20 partidos que compõem a coligação. Em especial, o agora candidato ao Governo do Ceará demonstrou sua gratidão a José Guimarães, reconhecendo o sacrifício do correligionário. 

Mesmo com a realização da Convenção PT/PROS, dúvidas ainda permaneceram sobre o formato da chapa majoritário da coligação. Os nomes dos concorrentes às vagas de vice-governador e senador ainda não foram oficialmente divulgados. Sabe-se que Mauro Filho será indicado ao Senado Federal. Já o PCdoB deve indicar o vice de Camilo. A escolha está entre o senador Inácio Arruda e o deputado federal João Ananias. De acordo com a assessoria do PROS, a lista completa dos candidatos será anunciada apenas segunda-feira (30).