domingo, 30 de março de 2014

UPA de Iguatu recebe nome de médicos assassinados em 2007

Marcelo e Leonardo
Marcelo e Leonardo já estavam no último ano do curso de medicina. O caso provocou comoção em todo o estado na época do crime.
REPRODUÇÃO/ ARQUIVO
Unidade de Pronto Atendimento (UPA), inaugurada na última quinta-feira (27), na cidade de Iguatu, região Centro-Sul do estado, recebeu o nome dos dois médicos assassinados em março de 2007 pelo ex- capitão da Polícia Militar, Daniel Bezerra Gomes. Marcelo Moreno Teixeira (24) e Leonardo Moreno Teixeira (26) foram homenageados no mês em que completam-se sete anos do crime.  
O assassinato aconteceu no dia 17 de março de 2007 em uma churrascaria da cidade de Iguatu. O processo foi encerrado caracterizando o crime como um motivo banal. Marcelo Teixeira, ao sair da churrascaria, parou no estacionamento e urinou atrás do carro, um Celta, do capitão Daniel Gomes, que foi avisado pela esposa. O militar foi ao local e após rápido bate-boca, usando a própria arma, atirou no abdome do estudante. Ao ouvir o disparo, o irmão de Marcelo, Leonardo Teixeira, foi ao local e recebeu um tiro também no abdome.
Um dia após o crime, Daniel se apresentou na Delegacia Regional de Jaguaribe e, em depoimento ao delegado-regional disse que matou os estudantes para se defender e que a arma era de uma das vítimas. 
O ex-capitão da Polícia Militar foi julgado em dezembro de 2011 e condenado a 46  anos de prisão. Em depoimento ao júri, Bezerra confirmou a autoria dos disparos, mas em legítima defesa e "sem intenção homicida". Daniel Bezerra foi expulso das fileiras da PM em fevereiro de 2008.
O caso gerou comoção na cidade de Mombaça, distante 255 km de Fortaleza, terra natal do jovens. Os jovens eram filhos do médico Nelson Benevides. Ambos já estavam no último ano do curso de medicina.
Unidade de Pronto Atendimento
Os investimentos na UPA de Iguatu somam R$ 2.887.320,45. O atendimento será feito por médicos especialistas em pediatras e clínica geral e por profissionais de enfermagem. Os moradores terão também acesso a exames laboratoriais e de raio x. A UPA é mantida com recursos do governo do Estado, do governo federal e da Prefeitura Municipal.
Além de Iguatu, a unidade atenderá as cidade de Acopiara, Cariús, Catarina, Dep. Irapuan Pinheiro, Jucás, Mombaça, Quixelô e Saboeiro.
Fonte: Diário do Nordeste