sábado, 30 de novembro de 2013

Tentativa de fuga termina em morte


Terminou em tiroteio e morte uma tentativa frustrada de fuga de seis presos na Casa de Privação Provisória da Liberdade 1, em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza), no começo da tarde de ontem. Policiais Militares do Batalhão de Guarda de Presídios reagiram quando o grupo tentou escapar usando um agente penitenciário como ´escudo humano´. O governador do Estado, Cid Gomes; e a secretária de Justiça e da Cidadania, Mariana Lobo, estiveram no presídio logo após o fato.

Segundo relato das autoridades, era por volta de 13 horas quando os seus presos se armaram com duas pistolas e renderam o agente penitenciário depois que foram levados até o parlatório para conversar com dois advogados.

O plano de fuga já estava preparado. Pela manhã, por volta de 9 horas, duas mulheres chegaram à CPPL em um veículo Fox cinza, roubado e com a placa clonada OCN-9719 (CE). Dentro do carro elas deixaram dois fuzis, sendo um AR-15, calibre 5.56 milímetros; e outro de calibre 7.62 (Mosquefal). As armas seriam usadas pelos presos no momento da fuga. Depois de simular querer fazer o cadastro no rol de visitas, as mulheres foram embora dali deixando o carro com as portas destravadas e o armamento no banco traseiro, com muita munição.

No começo da tarde, os presos foram retirados das celas para o encontro no parlatório com os advogados, identificados como Tarciano dos Anjos de Oliveira e Francisco Edson de Sousa Pereira. Foi neste momento, que os detentos renderam o agente penitenciário (identidade preservada) e passaram pelo portão principal da CPPL 1. Contudo, a ação rápida de dois PMs, os soldados Albertino e Rodrigo, que estavam do lado de fora da unidade prisional, impediu a fuga.

Os dois militares trocaram tiros com os presos em fuga. Um deles conseguiu saltar a cerca e correr até o Fox e dali retirou o fuzil AR-15. Os demais estavam com as pistolas e abriram fogo contra os PMs. Agentes prisionais do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP), da Sejus, estavam na sede da unidade, localizada a poucos metros do presídio, e ouviram os estampidos. Rapidamente, eles se juntaram aos 10 PMs que faziam a guarda externa da CPPL e cercaram o local.

Um dos presos que trocou tiros com os PMs foi atingido com um tiro no abdome e teve morte instantânea, sendo identificado como Gilberto de Oliveira, 23.

Outro detento ficou ferido e foi levado para o Hospital da Justiça (também instalado a poucos metros da CPPL I). Conforme a Sejus, além do detento que morreu, fizeram parte da tentativa de fuga os presos, Antônio Alberto Vieira Júnior, Oscar Júnior Terra Dias de Floriano, Felipe Edvaldo Menezes Iglesias, Erivaldo dos Santos Andrade e Elmerson Viana da Silva, o ´Pit Bull´. A PM e o GAP recolheram as pistolas, os fuzis e a munição usados pelos presidiários, além do carro que seria empregado na fuga. Os envolvidos foram autuados na Delegacia de Itaitinga.