sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Padre ameaçado de morte deixa de celebrar missa em comunidade de Santana do Cariri

O padre Paulo Lemos Pereira, vem sofrendo ameaças de morte, mais precisamente na comunidade de D. Leme, a 22km da sede de Santana do Cariri. O pároco foi impedido de celebrar uma missa nesta segunda-feira, devido às ameaças de morte de um indivíduo supostamente chamado Francisco Soares, vulgo “França”.


Conforme informações da assessoria da Diocese, ele tentou cometer o ato de porte de uma arma tipo punhal, repetindo várias vezes a frase: “Vou Matar o Padre”. A comunidade está amedrontada. O acusado já vem há algum tempo ameaçando a autoridade religiosa, inclusive outros padres que pela cidade já passaram.



A Policia Militar foi acionada e França foi conduzido para os procedimentos legais, sem resultados. Ele tem retornado à comunidade de Dom Leme, e as ameaças continuam.



A Comunidade inconformada, tenta sensibilizar a família para que o “França”, passe por um tratamento, pois segundo testemunhas ele sofre de alguns problemas mentais. Encontrando resistência por parte da Família para tratá-lo, o Pe. Paulo Lemos sente-se incomodado com a situação, pois além de ser um risco de segurança pessoal, a comunidade também sente-se insegura com as ameaças.



Uma Mobilização a favor do Padre, entre a comunidade e autoridades locais está sendo mobilizada, A Justiça também já está sendo acionada. Santana do Cariri, há quatro anos está sem Delegacia, e o quesito segurança começa a tirar o sono dos santanenses. A Comunidade de D. Leme deverá ficar sem missas enquanto o caso não for solucionado.