quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Professores da Uece entram em greve

Os professores da Universidade Estadual do Ceará (Uece) deliberaram greve no começo da tarde de ontem (29). A decisão foi tomada durante assembleia no Campus do Itaperi. A greve já passa a valer imediatamente e engloba os campi do Interior e Capital, informou a presidente do Sindicato dos Docentes da Uece (SindUece), Elda Maciel. As informações são da Redação Web do Diário do Nordeste.


Cerca de 300 professores se reuniram no campus para definir a paralisação que envolve, além dos docentes, funcionários técnico-administrativos e estudantes. Duzentos e cinquenta e quatro votos foram favoráveis à greve, 96 professores foram contra e três se abstiveram.

O corpo docente da Uece havia deflagrado estado de greve desde a terça-feira (22) da semana passada. Eles reivindicam contratação de professores substitutos, concursos para professor da instituição, plano de cargos e carreiras dos funcionários, melhorias na infraestrutura dos campi e reajuste salarial para professores e servidores. "Ainda hoje vamos entrar com a protocolação da pauta de reivindicações da assembleia na reitoria e no governo, para que se saiba, de forma oficial, a nossa greve, e nossas reivindicações, que são muitas", declarou Elda Maciel. As exigências tiveram acréscimos de outras propostas durante a reunião desta terça (29), de acordo com a presidente da SindUece. Questões como reformas para acessibilidade de portadores de deficiências e segurança interna nos campi serão anexadas as demais.

A Uece informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que irá se pronunciar sobre o assunto somente hoje.