sábado, 28 de setembro de 2013

ACOPIARA: HOJE 92 ANOS DA TERRA DO LAVRADOR

Hoje 28 de setembro o nosso município de Acopiara completa 92 anos de emancipação política-administrativa e por isso mostro aqui no blog um pouco da história desta abençoada por Deus: 

Acopiara é uma composição da língua tupi aco: roça, roçado, cultura; pi: de pina, limpar ou tratar; e ara: (prefixo que indica agente) que significa: aquele que cultiva a terra, o agricultor ou o lavrador. Sua denominação original era Lajes, depois Afonso Pena e, desde 1943, Acopiara.

A história dessa área do Ceará mistura-se com os índios Quixelô, religiosos e colonizadores.

O povoamento da região compreendida nos limites do atual município de Acopiara começou no século XVIII, depois que os Quixelô foram submetidos à paz, aldeados e removidos para a Missão da Telha (hoje Iguatu) e a Missão de São Mateus (hoje Jucás).

Com a expansão da pecuária no estado do Ceará, no século XVIII, fazendeiros estabeleceram-se nestas terras via sesmarias, e assim surgiu o núcleo urbano.

Em 1910, com a expansão da Estrada de Ferro de Baturité até Crato (Ceará), Acopiara (então Lajes), são inauguradas três estações de trem (Luna, Acopiara e Quincoê), o que impulsionou muito a economia local.

O município tem dez distritos além de Acopiara (sede) tem a Barra do Ingá, Ebron, Isidoro, Quincoê, Santa Felícia, Santo Antônio, São Paulinho, Solidão, Luna e Trussu.

Na década de 1970, Acopiara foi o segundo produtor de algodão do estado do Ceará, mas as constantes secas, bem como a inserção do bicudo em suas lavouras, contribuíram para que sua produção fosse bastante reduzida, contudo o ramo algodoeiro ainda tem contribuído muito na economia acopiarense.

Como em muitas cidades do interior do Ceará, Acopiara tem em sua produção agrícola a maior fonte de renda, muito embora possa-se verificar que a agricultura se apresente ainda na sua maioria como de subsistência de pequenos produtores. Destaque para o ramo aviário, que nos últimos anos cresceu.

No setor comercial existe boa variedade de lojas de vestuário, do comércio mercantil de alimentos e de lojas de eletrodomésticos.