quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Dilma: vida no NE vai melhorar

A presidente Dilma Rousseff disse ontem, em Estância (SE), que tem certeza de que a vida dos municípios brasileiros melhorará com os novos investimentos que serão feitos com os recursos anunciados por ela, cerca de R$ 66,8 bilhões, no Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília.


"Estou falando de recursos para investimentos novos, que vão de obras de esgoto, água, contenção de encostas, mobilidade urbana, a acesso a retroescavadeiras e motoniveladoras, creches", disse Dilma durante cerimônia de inauguração da Ponte Gilberto Amado, ligando o litoral sul de Sergipe ao litoral norte da Bahia. "Por isso eu tenho certeza de que a vida dos municípios vai melhorar".

Em relação às cidades nordestinas afetadas pela seca, a presidente ressaltou a importância de se investir na recuperação da infraestrutura e economia após a chegada das chuvas. Dilma disse que o governo federal é parceiro para ajudar os municípios no apoio tanto à população mais atingida quanto aos produtores rurais que precisam recuperar suas criações. "Vamos continuar com um olho na seca, dando tudo que nós já demos, carro-pipa, cisterna, a Bolsa Estiagem, o Garantia-Safra, mas vamos estar com outro olho na recuperação". Dilma ressaltou a importância da Ponte Gilberto Amado, a maior do Nordeste, com 1.712 metros de extensão.

"Vai facilitar a integração produtiva do país, vai viabilizar o turismo e nos liga, como brasileiros, a uma das regiões que mais crescem".

Durante a maior parte do discurso, a presidente fez elogios ao governador Marcelo Déda, um "governador poeta" que, segundo ela, briga pelo estado, e ganhará a luta contra o câncer de estômago, diagnosticado em outubro de 2012. "Eu e o Déda tivemos a mesma doença e eu acho que nós estamos no mundo para lutar, para ser feliz, para criar filho, neto, para ter uma casa, para a nossa família. E eu tenho certeza, do fundo do meu coração, de que você ganhará a luta, como eu ganhei".

O PSDB entrou ontem com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) cobrando apuração de possível irregularidade cometida pela presidente Dilma Rousseff, em pronunciamento em rede nacional na semana passada. De acordo com o PSDB, o caso merece apuração porque houve uso da máquina para promoção pessoal.