quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Reservatórios do Nordeste estão no limite



O nível de armazenamento dos reservatórios da Região Nordeste registrou queda de 8,2 pontos porcentuais e permanece em 34,4%. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o índice atual é o pior desde 2003. A situação é causada pela falta de chuvas nas principais bacias da região e pela falha no sistema das termoelétricas definidas pelo ONS que não conseguiram entrar em operação.
Segundo os dados, os reservatórios estão apenas 5,8 pontos acima do limite de segurança para o abastecimento do mercado.O nível de armazenamento do Nordeste é classificado como o pior do País. Em seguida está o sistema Sudeste/Centro-Oeste, que apresentou queda de quase dez pontos porcentuais em outubro. Apesar da situação em alerta, a região Sudeste/Centro-Oeste tem enviado energia para suprir a necessidade do Nordeste. 
Com o objetivo de evitar o gasto de água, a ONS determinou o funcionamento de todas as térmicas na semana passada.
De acordo com os cálculos da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres, as usinas devem representar um custo para o consumidor de cerca de R$ 500 milhões apenas em novembro. A previsão é de que as usinas sejam usadas por mais tempo devido o baixo nível dos reservatórios.